Home Diagnóstico
Diagnóstico

O diagnóstico da esclerose múltipla pode ser complicado, sobretudo porque não existe um teste que indica de forma conclusiva a presença da doença.

O diagnóstico fica ainda mais difícil pelo fato de que duas pessoas raramente experimentam os mesmos sintomas, por exemplo: uma pessoa pode ter dificuldades de locomoção, enquanto outra pode ter distúrbios sensoriais. O curso da EM pode ser variado, por vezes, produzindo sintomas rápidos ao longo de um período de tempo e, por vezes, produzindo problemas mais graves durante o decurso de um ataque.

O diagnóstico não é simples e pode levar alguns anos para ser feito corretamente, pois os sintomas se assemelham, em alguns casos, com outros tipos de doenças do sistema nervoso (devido aos sintomas iniciais, muitas vezes o paciente nem procura orientação médica). Entre os principais sintomas da doenças estão alteração do controle de urina e fezes, comprometimento da memória, depressão, dificuldades de: movimentos, fala e deglutição; dores articulares, dormências, fadiga intensa, mudanças de humor, paralisia total ou parcial do corpo, perda da visão em um ou ambos os olhos, visão borrada em um ou ambos os olhos, visão dupla, queimações, sensações de formigamento, desequilíbrio, tremores e tonturas.

Porque os sintomas da EM podem ser semelhantes aos de outras doenças, o médico terá de realizar vários testes. Aguardar os resultados desses testes quase certamente será estressante para você e seus entes queridos. Leia para uma explicação de como a EM é diagnosticada, mas não deixe de entrar em contato conosco (5181405475 ou Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ) se precisar de mais informações.

Como é diagnosticada a EM?
O seu médico irá encaminhá-lo a um neurologista, que fará perguntas sobre o seu histórico médico, olha para as suas notas em arquivo e o examinará. Ele ou ela solicitará um número de testes, incluindo:
- Ressonância nuclear magnética (RNM);
- Punção lombar ou espinhal;
- Potenciais evocados.

Todos esses testes precisarão de interpretação da equipe médica cuidando de você. Em última instância, será pelo conhecimento e julgamento de seu neurologista, que levará em conta os seus sintomas e histórico médico. A espera de seus resultados pode ser um momento difícil e emocional. Não se constranja em entrar em contato com o telefone ou o email para tirar suas dúvidas.

O que acontece a seguir?
A confirmação do diagnóstico de EM é suscetível de fazer você pensar de forma bastante diferente sobre a sua vida. É normal se perguntar o que vai acontecer, se cada pequena 'pontada' é outro sinal ou sintoma, como a doença pode progredir e como ela pode afetar o seu estilo de vida. É também um momento em que você pode estar preocupado com o efeito que a EM terá em sua família e amizades, ou em seu trabalho ou hobbies.

Medidas podem ser tomadas para gerenciar a sua EM e planos de tratamento podem ajudar a reduzir ataques ou retardar a progressão da doença. Você pode usar medicamentos que o ajudarão a controlar os sintomas específicos.

Sabe-se que o momento do diagnóstico é um momento difícil, quando ajustes de vida podem ser necessários e quando os pensamentos e sentimentos podem ser esmagadores. Gerenciando essa incerteza pode ser facilitada por saber para onde ir para obter ajuda e conselhos e por ter alguém com quem conversar. Podemos dar apoio e explicar as opções para que você esteja armado com informações e seja mais capaz de escolher o caminho certo. Incentivamos que você utilize as páginas de redes sociais que permitem que você compartilhe suas opiniões com outras pessoas que vivem com EM e se beneficie de idéias e dicas que podem ajudar diariamente. Acima de tudo, você vai querer fazer perguntas. Nós iremos fornecer informação através da internet, por e-mail ou por telefone, e respeitar os seus desejos quanto à quantidade de informação que você precisa.

Há três áreas que podem ser a causa de preocupação imediata para você e sua família:

- Financeira: preocupa devido a problemas no trabalho, especialmente se ocorreu um surto e você precisa afastar-se;
-
Família e amigos: incluindo como (ou se) contar-lhes e como eles podem receber a notícia;
-
Perda da atividade social devido a problemas físicos ou emocionais.